quinta-feira, 7 de março de 2013

Torcida do Fluminense grita 'time sem vergonha', e Abel lamenta empate: 'Considero uma derrota'



Apesar de ter dominado a partida, o Fluminense cedeu o empate por 1 a 1 ao Huachipato, nesta quarta-feira à noite, deixando os tricolores frustrados no Engenhão. Com o apito final, parte da torcida vaiou e gritou "time sem vergonha" nas arquibancadas do estádio.

Depois da partida, o técnico Abel Braga também não escondeu a sua decepção com o resultado negativo, o segundo tropeço do Flu em dois jogos dentro de casa na Libertadores.

"Eu não considero um empate, considero uma derrota, porque nós fomos responsáveis por não ter acontecido, porque tivemos o domínio do jogo. Nós não liquidamos o gol, depois tivemos oportunidades e não marcamos. Fica o sentimento de derrota, a decepção é de todo mundo, nossa e principalmete do torcedor", afirmou Abel, em entrevista coletiva no Engenhão.

Abel lamentou o fato de o Fluminense ter feito apenas um gol no primeiro tempo, em um pênalti convertido por Fred, apesar de ter criado diversas chances. Na segunda etapa, o Huachipato cresceu na partida, empatou com Nuñez, e a pressão final do Tricolor não adiantou. O treinador do Flu descartou a possibilidfade de sua equipe ter entrado em campo achando que o jogo seria fácil.

Abel Braga ouviu gritos de 'time sem vergonha' após empate do Fluminense

"Nós não entramos em campo achando que ia ser fácil. No primero tempo, nós colocamos o jogo fácil, ali poderia ter feito saldo, foram inúmeras oportunidades e saímos vencendo por 1 a 0. O adversário não chutou nenhuma bola no gol no priemro tempo, depois fez um gol e quase fez o segundo em um chute cruzado que o Diego (Cavalieri) defendeu", disse Abel, que evitou criticar a atuação do time.

"Não teve problema de tática. Quando a gente tem o domínio como tivemos, não podemos esperar as coisas acontecerem. No primeiro tempo, estava organizado, no segundo tempo começa a irritação porque você tem o domínio e não marca".

Ao ser questionado sobre o comportamento da torcida tricolor, que vaiou e gritou "time sem vergonha" após o empate, Abel Braga minimizou.

"O torcedor é soberano. Ano passado foi um ano muito bom, óbvio que o torcedor estava contente. Mas quando perde para o Grêmio (por 3 a 0) com uma atuação ruim e hoje empata em casa, não quero que o torcedor fique satisfeito. Ele veio, incentivou e quando acabou o jogo, vaiou. É normal. Torcedor não pode estar satsfeito, porque nós também não estamos", finalizou o comandante tricolor.

FONTE: ESPN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...